Vamos falar de carreira. Hoje vou falar de um assunto importante para quem precisa escolher uma profissão, ou para quem está passando por um período de “marasmo” na carreira. No Brasil, somos obrigados a escolher uma profissão muito jovem. Muitas vezes não temos maturidade suficiente para fazer essa escolha tão importante. Lógico, existem aqueles casos em que a pessoa já sabe desde criança o que quer fazer. O que obviamente não foi o meu caso.

carreira

Quando precisei fazer essa escolha (sou jornalista e pós-graduada em marketing digital) foi difícil. Os meus pais me deixaram super livre para escolher, mas eu ficava me perguntando, o que gosto de fazer? Todos sempre me falaram o quanto escrevia bem, por isso acabou que fui por esse caminho.

Apesar das dificuldades, eu gosto da minha profissão. Mas chega o momento que você para e pergunta: E se tivesse escolhido fazer Direito, ou Medicina, ou outras dezenas de profissão. Vários amigos que terminaram a faculdade comigo não atuam na área. Eu que cismei, se fiz jornalismo, vou trabalhar com isso. E é o que faço até hoje.

O certo é que não é difícil encontrar pessoas que se sentem perdidas, mesmo que esteja trabalhando na sua área. Ou pior que isso, que não sentem prazer no que estão fazendo. Lembro uma vez de ter lido que “quando a segunda-feira é um problema para você, o errado é você”. Uma clara menção sobre fazer aquilo que se ama, que se tem paixão.

Comece a se autoconhecer

E estou do lado de quem defende esse princípio. Mas e as contas do fim do mês? E os seus planos? Afinal, dá para largar tudo e embarcar em um sonho? O medo não é de todo mal, ele é uma maneira de te deixar mais prudente, pelo menos comigo é assim.

Então amiga, se você está se sentindo perdida profissionalmente, se não sabe se essa carreira é realmente aquela que você quer seguir. Pare, conecte-se com você e analise tudo. Coloque tudo no papel, os seus sonhos, metas e objetivos.

Feito isso, estipule prazos, faça cursos, conheça pessoas. Não estou aqui fazendo papel de coach (não tenho know-how), mas quero compartilhar com vocês o que costumo fazer quando me encontro com esse questionamento.

Eu já trabalhei em alguns lugares durante a minha carreira, desempenhando papeis distintos. Largar tudo, sem ter algo em vista, sempre me deixou muito angustiada, pensativa, não funciona para mim.

Eu sempre busco começar a fazer outra coisa, antes de largar um trabalho anterior. Já aconteceu de ganhar menos, e tive que adaptar a minha rotina a isso. Não existe uma “receita de bolo”. Pessoas são diferentes e reagem diferente à situação. Logo, se autoconhecer é um bom passo.
Espero ter ajudado um pouquinho.
Beijos.

One thought on “O que fazer quando você se sente perdida (o) na carreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *